quinta-feira, 13 de março de 2008

Primavera com menos alergias

A falta de chuva no Outono teve uma vantagem: com a menor germinação de ervas, menos pessoas vão sofrer de alergias. Devido à seca, haverá menor quantidade de pólenes oriundos das ervas, como por exemplo gramíneas e pariatárias.
As alergias dependem da vegetação local e da geografia, pelo que a situação poderá ser favorável em zonas afectadas pela seca de Outono e com poucas árvores. A concentração de pólen na em Portugal, 11% das crianças entre 6 e 14 anos, além de 5% dos adultos, sofrem de asma. Isto representa mais de meio milhão de pessoas. A rinite, por seu turno, atinge um milhão. Contudo, como a região centro da península é mais seca os níveis de pólen de cipreste (por exemplo), árvore que poliniza no Inverno, estão elevados em Portugal. As alergias provocadas por pólenes de árvores são aqui mais frequentes, pelo que os beneficíos do Outono seco irão para pacientes sensíveis a gramíneas, por exemplo.
Note-se que há também outros factores ambientais que originam alergias, como por exemplo, poluição, certos alimentos ou a precipitação. Com menos chuva, por exemplo, a concentração de pólen aumenta. E, nas cidades, as partículas dos motores a diesel podem agravar os sintomas.




Opinião:
Pois é. Nem tudo é mau. Desta forma haverá menos "corridas" para os hospitais e a saúde de todos os que sofrem com este tipo de problemas melhorará substancialmente.
Ainda assim, existem outros factores importantes que influenciam a propagação e manifestação destas alergias.
Por outro lado, existem ainda muitos mais malefícios, que prejudicam e muito a população humana.

3 comentários:

Anónimo disse...

This comment has been removed because it linked to malicious content. Learn more.

Anónimo disse...

See here or here

Anónimo disse...

SECURITY CENTER: See Please Here